Após o terremoto, FAB retira 12 brasileiros do Chile

Brasília, 28 fev (EFE).- Um avião Força Aérea Brasileira (FAB) que no sábado partiu de Brasília com destino ao Chile, levando o ministro da Justiça chileno, Jorge Toledo, retornou hoje à capital federal com 12 brasileiros, informaram fontes oficiais.

EFE |

O avião trouxe ao Brasil três militares e nove civis que pediram ajuda para deixar Santiago do Chile depois do sismo de ontem, que alcançou uma magnitude de 8,8 graus na escala Richter e causou a morte de pelo menos 300 pessoas, segundo os dados balanços oficiais.

A aeronave da FAB partiu em direção a Santiago do Chile para levar Toledo, que havia assistido em Brasília a 8ª Reunião de Ministros de Justiça das Américas, organizada pela Organização dos Estados Americanos (OEA).

O ministro chileno estava retido na capital brasileira porque os voos regulares com destino ao seu país foram cancelados devido aos estragos no aeroporto de Santiago.

Calcula-se que 12 mil brasileiros residam no Chile. Por enquanto, o Ministério das Relações Exteriores não tem relatos de possíveis vítimas em consequência do terremoto. EFE ed/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG