Após matar 53 nas Filipinas, tufão põe Vietnã em alerta

Tufão Conson deixou cerca de 53 mil desabrigados nas Filipinas. Prejuízo é estimado em US$ 3,1 bilhões

EFE |

Após deixar ao menos 53 mortos nas Filipinas, o tufão "Conson", o primeiro do ano, pôs em alerta as províncias do norte do Vietnã, que esperam para este sábado ventos fortes e possíveis inundações.

O Centro Nacional de Meteorologia vietnamita espera que o tufão chegue ao litoral do país ainda no sábado, com rajadas de vento de até 117 km/h e chuvas intensas. Em comunicado, o primeiro-ministro vietnamita, Nguyen Tan Dung, pediu às autoridades locais que estejam em alerta, sobretudo entre as províncias litorâneas de Quang Ninh e Thanh Hoa, onde são aguardadas ondas de entre 6 e 8 metros.

Reuters
Mais de 20 barcos afundaram por conta de Tufão nas Filipinas. Na imagem, pescadores tentam recuperar barco encalhado

O Exército está mobilizado para evacuar mais de 150 mil pessoas, e 52 mil navios pesqueiros receberam ordem de atracar no porto, como noticia a agência oficial "Vietnam News". A ordem chegou depois que as autoridades perderam o contato com 17 embarcações da província de Quang Ngai, que levavam 237 pessoas a bordo.

O alerta também chegou à província de Quang Ninh, onde se concentra o grosso da indústria do carvão, perante o risco de acidentes em algumas minas, e à baía de Halong, onde alguns cruzeiros foram surpreendidos.

Segundo a Vietnam Airlines, o tráfego aéreo deve sofrer com atrasos e o cancelamento de pelo menos quatro voos no aeroporto de Haiphong.

E enquanto o Vietnã aguarda a chegada do tufão, as Filipinas tentam se recuperar da destruição deixada pelas fortes chuvas e os ventos de 120 km/h que atingiram o norte do arquipélago esta semana.

Navios da Guarda Costeira filipina e helicópteros continuam as buscas por pescadores que naufragaram na costa da ilha de Luzon, segundo o porta-voz do comando militar regional, comandante Harold Cabunoc.

O Centro Nacional de Coordenação de Desastres assinalou que, além disso, havia 18 feridos, e que o número de desabrigados se aproxima de 53 mil pessoas. Deles, 8.110 estão em centros de abrigo.

As autoridades, que declararam estado de calamidade na província de La Laguna, ao sul de Manila, calculam que os danos à agricultura, pesca e infraestruturas ascende a US$ 3,18 bilhões.

A ilha chinesa de Hainan também sofreu com os efeitos de "Conson" e pelo menos duas pessoas morreram esmagadas por painéis derrubados pelo vento, segundo a agência oficial de notícias chinesa "Xinhua".

Filipinas e Vietnã sofrem com tufões e inundações todos os anos durante a estação chuvosa. Em 2009, o tufão "Ketsana" causou a morte de mais de 300 pessoas nesses dois países e no Camboja, além de prejuízo milionário.

    Leia tudo sobre: tufão filipinasvietnãalertamortes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG