Após invasões, autoridades bolivianas vigiam prédios estatais

Santa Cruz (Bolívia), 18 set (EFE).- A Polícia vigia hoje várias instituições estatais da cidade boliviana de Santa Cruz que, desde que foram ocupadas na semana passada por opositores autonomistas, permanecem paralisadas.

EFE |

As sedes da Empresa Nacional de Telecomunicações (Entel), do Instituto Nacional de Reforma Agrária (Inra) e a de Impostos Nacionais estavam resguardadas pela Polícia municipal, enviada pela Prefeitura de Santa Cruz, segundo comprovou Agência Efe.

Todos estes escritórios foram tomados por jovens radicais autonomistas durante uma tarde na semana passada, com a intenção de forçar que o Governo Evo Morales atenda a suas reivindicações.

O oficial de Polícia Miguel Crespo, chefe do grupo que custodiava a sede do Inra, disse à Agência Efe não ter recebido nenhuma instrução de entregar o edifício a parte alguma e que qualquer ordem que chegue deve proceder da Prefeitura, as únicas que acatará.

Fontes da delegação presidencial em Santa Cruz disseram ontem que a delegada Gabriela Montaño vai se apresentar hoje mesmo com representantes da Procuradoria para tomar posse desses escritórios e estimar os danos e prejuízos. EFE fjo/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG