Após fracasso de missão Betancourt, Eliseu anuncia viagem de Kouchner

O ministro francês de Relações Exteriores, Bernard Kouchner, irá em breve à região para discutir a situação dos reféns das Farc, após a guerrilha recusar a missão humanitária francesa, anunciou na noite desta terça-feira um comunicado do Eliseu.

AFP |

Kouchner "viajará em breve à região para reavaliar a situação com os dirigentes dos países mais envolvidos", informa o comunicado, segundo o qual o presidente francês, Nicolas Sarkozy, recebeu "com profunda decepção" o anúncio da recusa das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

A missão humanitária oferecida por Paris para socorrer Ingrid Betancourt "partirá em breve" da Colômbia, depois do anúncio das Farc, afirmava outro comunicado do ministério das Relações Exteriores francês divulgado mais cedo.

As Farc se recusaram a receber nesta terça-feira a missão humanitária oferecida por Paris para socorrer a refém franco-colombiana, em poder da guerrilha há mais de seis anos.

De acordo com os guerrilheiros, a atitude seria resultado "não de um acordo, mas sim da má-fé do presidente colombiano, Alvaro Uribe, perante o Governo francês".

glr/ap/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG