Após distúrbios, Polícia assume controle da capital da Moldávia

Moscou - A Polícia assumiu hoje o controle do centro de Chisinau, capital da Moldávia, cenário de violentos distúrbios ontem, assim como de todos os acessos da cidade.

EFE |

Como informa hoje a agência de notícias russa "Interfax", o objetivo da ação policial é prevenir novos enfrentamentos.

Forças especiais da Polícia estão dentro e fora dos principais prédios públicos da capital, aonde conseguiram chegar nas primeiras horas da madrugada.

Segundo a "Interfax", a Polícia deu tiros para o ar e deteve vários jovens que tinham se instalado para passar a noite junto a uma fogueira diante da sede do Parlamento, tomada de assalto na véspera.

Os protestos na capital começaram na segunda-feira passada, após o anúncio dos resultados das eleições parlamentares, segundo os quais o governante Partido Comunista República da Moldávia (PCRM), obteve 50% dos votos.

Os resultados dão aos comunistas grande maioria na Câmara, que é, segundo a Constituição, a que elege o chefe do Estado.

"Abaixo o comunismo", "Melhor estar morto que ser comunista", "Queremos estar na Europa" e "Somos romenos" foram algumas das frases gritadas pelos manifestantes nas ruas da capital moldávia durante os distúrbios.

Eles organizaram um grupo denominado "Eu sou anticomunista", que assumiu a coordenação das ações de protesto contra o Governo da Moldávia, umas das repúblicas que fazia parte da União Soviética.

Com 4,1 milhões de habitantes, enquanto outros 600 mil ganham a vida em outros países, a Moldávia fez parte da Romênia até 1940, quando foi anexada pela URSS na Segunda Guerra Mundial e recuperou a independência após a queda da potência comunista em 1991.

Porém, o caos econômico e a extrema pobreza - a Moldávia é considerada pelo Banco Mundial o país mais pobre da Europa -, acabaram levando os comunistas novamente ao poder, em 2001, com a promessa de levar o país à União Europeia (UE).

A promessa, no entanto até agora não foi cumprida, enquanto a pobreza continua.

Leia mais sobre: Moldávia

    Leia tudo sobre: moldávia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG