Após ataque a cristãos, manifestantes e policiais se enfrentam no Egito

CAIRO - Milhares de manifestantes entraram em confronto com a polícia nesta quinta-feira em Naya Hamadi, sul do Egito, durante o funeral de seis cristãos coptas mortos a tiros na quarta-feira.

iG São Paulo |

AP
Cristãos atacam ambulância em frente à hospital

Cristãos atacam ambulância em frente à hospital

Durante o confronto, os manifestantes jogaram pedras e a polícia usou gás lacrimogênio. Mais cedo, cerca de mil coptas atacaram ambulâncias do hospital para onde os corpos foram levados, em protesto contra a demora para entregá-los para serem enterrados.

AP
Cristãos velam os corpos das vítimas
Cristãos velam corpos das vítimas

Os confrontos se seguem a um ataque ocorrido na quarta-feira, que teve como alvo um grupo de fiéis que participava da celebração do Natal copta em um tempo de Naya Hamadi.

Um homem armado, que estava em um carro com outras duas pessoas, matou seis cristãos e um policial mulçulmano. Os atiradores estão foragidos.

Os manifestantes acusam as forças de segurança de defender os muçulmanos, mas não os cristãos. Segundo a agência EFE, agentes foram agredidos em vários pontos da cidade nesta quinta-feira.

Leia mais sobre Egito

    Leia tudo sobre: egito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG