Após alerta dos EUA, Tailândia anuncia detenção de suposto terrorista

Embaixada americana recomenda cuidado a cidadãos por causa de ameaça 'real e crível' de ataques em Bangcoc

iG São Paulo |

Autoridades da Tailândia anunciaram nesta sexta-feira a detenção de um suspeito de terrorismo de origem libanesa, horas depois de a Embaixada dos Estados Unidos em Bangcoc fazer um alerta sobre um possível ataque na capital tailandesa.

De acordo com o vice-primeiro ministro tailandês, Chalerm Yumbumrung, o homem foi detido na quinta-feira e é suspeito de integrar o grupo Hezbollah. Segundo ele, a segurança foi reforçada em Bangcoc e o perigo passou. “Estou confiante de que a situação está sob controle. E posso garantir que nenhum ataque terrorista vai acontecer”, afirmou.

A embaixada dos EUA na Tailândia alertou nesta sexta-feira que "terroristas estrangeiros" poderiam realizar ataques em áreas de Bangcoc muito frequentada por turistas. A ameaça seria “real e crível”, segundo o governo americano.

O porta-voz da embaixada, Walter Braunhohler, não quis dar mais detalhes, mas afirmou: "Estamos alertando a todos os cidadãos americanos para tomarem cuidado quando visitarem locais públicos em Bangcoc onde turistas ocidentais se concentram".

O vice-premiê tailandês disse que o governo foi avisado de um possível ataque terrorista por Israel no fim do ano passado. Desde então, as autoridades teriam seguido dois homens libaneses e, agora, um deles foi detido para interrogatório.

“Tecnicamente, os dois homens não cometeram nenhum crime pela lei tailandesa. Então tivemos que usar a lei de imigração para fazer a detenção”, afirmou Yumbumrung. Ele não disse o que aconteceu com o outro suspeito.

O Hezbollah, um grupo militante islâmico, é a mais poderosa força militar do Líbano e conta com o apoio de Síria e Irã. Em 1994, vários iranianos foram presos por suposto envolvimento em uma tentativa de ataque à Embaixada de Israel em Bangcoc.

Com AP

    Leia tudo sobre: bangcoctailândiaeuaterrorismohezbollahlíbanoisrael

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG