Na última sexta-feira, líder japonês anunciou a mudança de membros de seu Gabinete

Tóquio - O apoio dos japoneses ao primeiro-ministro Naoto Kan aumentou depois que nesta sexta-feira o líder japonês mudou a maioria dos membros de seu Gabinete, segundo várias pesquisas publicadas hoje por meios de imprensa locais.

Uma pesquisa do jornal "Yomiuri" assinala que Kan conta com um respaldo de 66%, contra 64% que tinha quando chegou ao poder há pouco mais de três meses e 59% no começo deste mês. O jornal "Mainichi" aponta que o apoio ao primeiro-ministro subiu para 64%, dos 48% de há um mês e muito perto de 66% que tinha quando assumiu o Governo.

O mesmo jornal indica que após o aumento da popularidade de Kan está sua decisão de que a maioria dos novos ministros sejam críticos de Ichiro Ozawa, ex-secretário-geral do governante Partido Democrático (PD) e um veterano e controvertido peso pesado da política japonesa. Ozawa foi derrotado por Kan na terça-feira passada em uma eleição interna à Presidência do PD, o que ratificou o primeiro-ministro no Governo já que o cargo de número um do partido está aparelhado ao de chefe do Executivo.

Três dias após essa vitória o primeiro-ministro mudou 12 ministros do Gabinete, entre eles o de Exteriores, embora tenha deixado intocável a importante pasta de Finanças. Naoto Kan, o quinto primeiro-ministro do Japão em quatro anos, chegou ao poder em junho depois da súbita demissão de Yukio Hatoyama por causa da queda de sua popularidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.