Apoio de Obama ao multilateralismo pode criar sociedade global, diz Brown

Londres, 12 fev (EFE).- O apoio do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ao multilateralismo e sua disposição de trabalhar com as instituições internacionais podem ajudar a criar uma sociedade global, disse hoje o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown.

EFE |

Na opinião do premiê do Reino Unido, o impacto da política externa de Obama pode ser maior do que as pessoas acreditam, já que pode criar as condições para o surgimento de uma sociedade global que coexista com as identidades nacionais.

"Acho que o multilateralismo é um alicerce para a criação de uma sociedade global", ressaltou Brown em seu comparecimento de hoje à Câmara dos Comuns.

"Temos em todo o mundo mercados globais, fluxos financeiros globais e um contato global entre diferentes povos gerado pela facilidade de viagens e as comunicações instantâneas", ressaltou.

"Junto com nossas instituições e identidades nacionais, também construímos uma sociedade global", afirmou o premiê britânico.

Brown disse que Obama mostrou o desejo de apoiar o multilateralismo para discutir assuntos como os direitos humanos e resolver problemas como o Afeganistão, Paquistão e o Oriente Médio.

O primeiro-ministro identificou vários assuntos importantes que seu país e os EUA terão de enfrentar para reconstruir o sistema financeiro global, como a mudança climática, a ameaça do terrorismo, a pobreza no mundo e a desigualdade.

Além disso, indicou que os esforços de Obama para reconstruir a economia americana são similares aos que seu Governo desenvolve no Reino Unido. EFE vg/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG