Apoio ao Governo japonês cai nas pesquisas antes de eleições ao Senado

Popularidade caiu de 48% para 39% em uma semana

EFE |

Tóquio - O apoio ao Governo do primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, caiu nas últimas pesquisas publicadas hoje na imprensa japonesa, a menos de uma semana para que se realizem as eleições parciais para o Senado do dia 11 de julho.

Em uma pesquisa publicada no jornal "Asahi Shimbun", o apoio ao Gabinete de Kan ficou em 39%, contra 48% da enquete realizada uma semana antes. O "Yomiuri Shimbun" mostrou uma queda do índice de aprovação do primeiro-ministro e de sua equipe de 50% para 45% em uma semana. A imprensa atribui esta queda à proposta de Kan de aumentar o imposto ao consumo de 5% para 10% para melhorar a saúde fiscal do país.

Apesar da redução do apoio, as projeções apontam que no pleito para o Senado o Partido Democrático (PD) de Kan seguirá na frente de seu principal rival, o opositor Partido Liberal-Democrata (PLD). Trinta por centro dos entrevistados pelo "Asahi" disseram que votarão no PD de Kan, abaixo de 39% anterior, enquanto 17% se inclinam pelo opositor PLD, o que representa um aumento de dois pontos. O "Yomiuri" situa as intenções de voto em 28% para o PD e 16% para o PLD.

As eleições parciais ao Senado renovarão a metade dos assentos da Câmara Alta da Dieta (Parlamento) e são vistas como a primeira prova nas urnas para o PD, que chegou ao poder em agosto passado com uma vitória eleitoral que pôs fim a mais de 50 anos de domínio conservador do PLD.

    Leia tudo sobre: iGjapãogoverno

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG