Amã, 9 jul (EFE).- No dia mais violento desde a retirada das tropas americanas dos centros urbanos do Iraque, o Governo insistiu que o Exército local será capaz de garantir a segurança após a retirada total dos americanos, prevista para antes de 2012.

A afirmação foi feita diretamente de Amã pelo ministro de Segurança Nacional, Shirwan al-Waeli, após reunião com o premiê jordaniano, Nader al-Dahabi.

"Embora tenhamos alguns problemas aqui ou ali, o Governo está decidido a garantir o desenvolvimento de uma segurança genuína no território iraquiano para preparar o terreno a futuros investimentos e à reconstrução", disse Al-Waeli.

O político iraquiano disse ainda que as forças iraquianas "estão preparadas" para assumir a situação, seja na segurança interna ou na defesa do país ante ataques de fora.

As declarações de Al-Waeli coincidem com a morte de mais de 40 pessoas em diversos atentados suicidas no país. Pelo menos outras 90 ficaram feridas. EFE.

am/dp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.