Apesar de terremoto, Chile terá representante no encerramento em Vancouver

Vancouver (Canadá), 28 fev (EFE).- Ainda vivendo as dores do terremoto que abalou o país na madrugada de sábado, o Chile terá a esquiadora Noelle Barahona como única esportista na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Inverno de Vancouver.

EFE |

Barahona, que disputou as provas de esqui alpino, foi a única atleta que não encontrou voo para retornar ao Chile imediatamente - o aeroporto de Santiago está fechado e só reabre daqui a alguns dias.

Maui Gayme e Jorge Mandrú, que também representaram a nação no Canadá, já tinham deixado a Vila Olímpica. A informação é de Luis Alberto Santa Cruz, porta-voz da delegação.

Ao saber que sua família estava bem depois do abalo, Barahona, de 19 anos, ficou mais tranqüila e decidiu homenagear seus compatriotas levando a bandeira nacional no desfile de atletas no fechamento dos Jogos, com início previsto para 22h30 de Brasília.

O grave terremoto de 8,8 graus na escala Richter abalou o Chile no sábado e causou mais de 300 mortes. EFE.

sab/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG