Apesar de 92% dos votos apurados, resultado de eleições romenas segue incerto

Bucareste, 1 dez (EFE).- As eleições legislativas da Romênia seguem sem definição mesmo com 92% dos votos já apurados, e o Partido Social Democrata (PSD) aparece na liderança por poucos décimos.

EFE |

Segundo dados do Escritório Eleitoral Central divulgados hoje, a aliança entre o PSD e o Partido Conservador (PC) está com 33% dos votos - apenas 0,5 ponto percentual à frente do Partido Democrata Liberal (PDL), da oposição e próximo ao presidente romeno, Traian Basescu.

De acordo com dados divulgados mais cedo, com 71% do total apurado, o PDL aparecia como vencedor. Porém, a virada do PSD se explica pela contagem nas áreas rurais, normalmente mais favoráveis ao partido de esquerda.

Já o Partido Nacional Liberal (PNL), do Governo, aparece com 18% em ambas as câmaras. Seu sócio de Governo, a União Democrata dos Húngaros da Romênia, conseguiria 6%.

O nacionalista Partido Romênia Grande não obteria representação parlamentar, pois ficaria com menos de 5% do apoio dos eleitores.

Diante da indefinição, surge inclusive a hipótese de o PSD abrir negociações com o PNL, do primeiro-ministro Calin Popescu-Tariceanu, para fechar uma coalizão de Governo.

Todos os analistas vêem em Tariceanu a chave da governabilidade, já que também é possível uma renovação da aliança feita em 2004 com o PDL, desfeita pelas permanentes disputas que levaram à saída dos democrata-liberais do Governo há dois anos.

Para Emil Boc, dirigente do PDL, o resultado da eleição foi "uma vitória da direita", levando em conta o apoio majoritário às forças conservadoras. Ele aproveitou para convidar a formação de Tariceanu para uma aliança.

Já Mircea Geoana, líder do PSD, reiterou a vitória de seu partido e a responsabilidade de formar Governo, por entender que teve a maioria dos votos. EFE av/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG