Apelo por tolerância marca Parada Gay em Berlim

Desfile do Christopher Street Day foi composto por 54 caminhões decorados; previsão era de reunir 500 mil pessoas

EFE |

Milhares de gays e lésbicas participaram neste sábado de um colorido desfile-protesto com extravagantes fantasias e milhares de watts de som em Berlim. A 33ª edição do Christopher Street Day (CSD) partiu no fim da manhã de Kurfürstendamm, um dos pólos comerciais da cidade, em direção ao Portão de Brandeburgo, onde vai acabar a manifestação à noite com uma grande festa. O desfile foi pautado com apelos por mais tolerância em relação aos homossexuais.

A comitiva do desfile, formada 54 caminhões enfeitados, contou com a participação de políticos locais - entre eles o homossexual assumido e prefeito de Berlim, o social-democrata Klaus Wowereit - além de milhares de gays e lésbicas.

Os organizadores esperavam reunir cerca de 500 mil pessoas em um dos atos com maior poder de convocação da comunidade homossexual alemã. O CSD, que também é celebrado em outras cidades do país, lembra a batida da Polícia de Nova York em 1969 contra uma revolta de homossexuais na rua Christopher.

AFP
Previsão dos organizadores do desfile em Berlim era o de atrair 500 mil pessoas

    Leia tudo sobre: Parada gayalemanhachristopher street day

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG