Apelação do advogado de Karadzic ainda não chegou à Justiça sérvia

BELGRADO - O Tribunal de Belgrado informou nesta terça-feira que ainda não recebeu a apelação do advogado do acusado de crimes de guerra Radovan Karadzic da decisão sobre sua extradição ao Tribunal Penal Internacional (TPII), em Haia, onde será julgado.

EFE |

Caso recebam a apelação, as autoridades sérvias teriam um prazo de três dias para decidir a respeito, de modo que ainda não se sabe quando Karadzic poderia ser extraditado.

"Por enquanto, não há nada de novo a respeito dos dias anteriores" sobre a apelação, disse à agência "Tanjug" a porta-voz do Tribunal de Belgrado, Ivana Ramic.

O objetivo do advogado de Karadzic, Svetozar Vujacic, é adiar a extradição o máximo possível, embora não seja possível impedi-la.

O advogado voltou a se negar hoje a precisar se recorreu da decisão por correio comum, e caso tenha feito isso, de onde tinha enviado a apelação.

Não há um prazo legal previsto para esperar que se receba a apelação por envio postal, e tudo dependerá da avaliação do tribunal.

Karadzic foi detido em 21 de julho nos arredores de Belgrado, onde vivia e trabalhava com identidade falsa.

O ex-presidente servo-bósnio é acusado pelo TPII do genocídio e outros crimes contra a humanidade cometidos durante a Guerra da Bósnia (1992-1995).

Clique na imagem e veja o infográfico sobre Radovan Karadzic

Imagem mostra Karadzic barbudo para não ser reconhecido

Leia mais sobre: Radovan Karadzic

    Leia tudo sobre: radovan karadzic

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG