Moscou - Pelo menos nove policiais chechenos foram mortos e outros vários ficaram feridos hoje em um ataque perpetrado em uma aldeia da Inguchétia, informaram as autoridades dessa república russa vizinha da Chechênia.

Um porta-voz do Ministério do Interior inguche disse à agência oficial "Itar-Tass" que o ataque aconteceu às 9h30 de Moscou (2h30 de Brasília), quando um furgão que transportava os policiais foi atacado com lança-granadas e armas automáticas na rua principal da aldeia de Arshi.

"Por causa do tiroteio o furgão se incendiou. Um gasoduto também foi danificado", disse a fonte.

Os policiais chechenos participam de operações antiterroristas conjuntas com as forças policiais da Inguchétia.

O presidente da Inguchétia, Yunus-Bek Yevkurov, ficou gravemente ferido no dia 22 de junho em um atentado suicida.

Antes do ataque, Yekurov, que se encontra atualmente hospitalizado em Moscou, tinha decidido com o presidente da Chechênia, Ramzan Kadyrov, realizar operações policiais conjuntas na Inguchétia.

Leia mais sobre: Chechênia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.