Nova Délhi, 23 abr (EFE).- Pelo menos cinco supostos guerrilheiros tâmeis e um soldado morreram nas últimas 24 horas na ofensiva do Exército no nordeste do Sri Lanka.

O Exército cingalês combateu ontem a guerrilha dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) no povoado nordeste de Pudumathalan, e em uma operação de busca posterior descobriu os corpos de cinco guerrilheiros, informou hoje em comunicado o comando militar.

Além disso, um soldado morreu vítima de uma explosão de uma bomba-armadilha no povoado de Putukhudiyiripu, também no nordeste, que o Exército atribuiu aos LTTE.

Em outro comunicado, o comando militar cifrou em 103.143 os civis tâmeis "resgatados" pelo Exército na ofensiva iniciada na segunda-feira para tomar o último reduto da guerrilha, que se viu reduzido a uma faixa de terra de apenas 8 quilômetros quadrados.

O Governo descartou efetuar uma pausa na ofensiva, já que foram enviados medicamentos, alimentos e outros bens essenciais à área de combates, segundo o jornal cingalês "The Daily Mirror".

Nessa região, a ONU calcula que estão apanhados entre 20 mil e 100 mil civis.

A guerrilha luta há mais de 25 anos pela independência para a minoria tâmil no país. EFE daa/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.