Ao menos 16 morrem em ataque armado durante festa de casamento na Turquia

ANKARA ¿ Assaltantes com granadas e armas automáticas atacaram uma cerimônia de casamento, no sul da Turquia, nesta segunda-feira. Ao menos 16 pessoas morreram e 20 ficaram ferias, de acordo com informações de agências.

Redação com agências internacionais |

O ataque na vila de Sultansehmuz ocorreu à noite. O local é próximo à cidade de Mardin, e não se sabe com certeza quem foram os responsáveis. Soldados turcos e guardas da vila a favor do governo há anos lutam contra guerrilhas curdas da região.

A agência de notícias Cihan e a CNN da Turquia disseram que 16 pessoas morreram no ataque e 20 foram feridas. A emissora de televisão NTV confirmou o mesmo número de mortes. A agência de notícias do governo da península de Anatolia disse apenas que pessoas foram mortas, mas não identificou a quantidade.

Cihan disse que os feridos foram levados ao hospital em Mardin, onde o chefe de polícia da cidade os visito. A agência também afirmou que soldados foram mandados para Kirkcesme, pequena vila onde ocorreu o ataque.

(Com informações da AP e AFP)

Leia mais sobre Turquia

    Leia tudo sobre: turquia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG