Anvisa critica México por demora em alerta sobre gripe suína

Brasília, 27 abr (EFE).- A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) criticou hoje o Governo mexicano por demorar em divulgar o alerta sobre a aparição do surto de gripe suína, que pode ter causado 149 mortes só no México.

EFE |

O diretor da Anvisa, Agenor Álvares da Silva, questionou que a doença tenha aparecido no México em março, mas tenha sido notificada pelas autoridades mexicanas apenas na última semana.

"Somos orientados a não ocultar casos graves. Isso não repercute só em um Estado, há reflexos gerais. É necessário então ter responsabilidade com a saúde do povo, especialmente com aqueles que estão em trânsito de um país a outro", ressaltou.

A única suspeita sobre a possível presença da doença no Brasil recai sobre um casal que passou o fim de semana em Cancún, no México, e chegou com sintomas de gripe. Porém, ainda não se confirmou se trata-se do tipo suíno.

O diretor da Anvisa afirmou que, entre as medidas para evitar a chegada da gripe suína ao Brasil, serão feitas 100 mil cartilhas instrutivas para serem distribuídas aos passageiros que cheguem da América do Norte.

Desse material, 70 mil folhetos serão usados no aeroporto de Guarulhos, que opera para São Paulo e que é a principal escala no país para a chegada de voos internacionais.

O diretor também informou que se começou a realizar a licitação para a compra de máscaras especiais para equipar funcionários da Anvisa nos principais aeroportos do país.

No Brasil, desembarcam diariamente sete mil passageiros provenientes de México, Estados Unidos e Canadá. EFE wgm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG