Anúncio de forte réplica gera pânico entre sobreviventes na China

Pequim - O anúncio de que uma forte réplica de até 7 graus de magnitude na escala aberta de Richter pode sacudir hoje a zona devastada pelo terremoto na China gerou pânico nas últimas horas entre os sobreviventes da tragédia.

EFE |

  • Caio Blinder: Mais um teste de liderança para regime chinês  
  • Direto de Pequim: Como é o lugar do terremoto
  • Veja fotos dos locais atingidos pelo terremoto
  • Sentiu o terremoto ou tem conhecidos que estão na região afetada? Envie informações para o Último Segundo
  • Parecia que o prédio ia cair, diz brasileira
  • Saiba quais os terremotos que mais causaram destruição

    Segundo a agência oficial de notícias "Xinhua", após o anúncio, os moradores do distrito de Wenchuan, devastado pelo tremor de 8 graus de 12 de maio, fugiram apavorados de suas casas carregando cobertores, móveis e utensílios.

    Em Chengdu, a capital provincial, as pessoas decidiram fugir imediatamente em seus carros, o que congestionou as estradas e postos de gasolina da região.

    Muitos moradores passaram a noite acordados e permaneceram alertas e preparados para fugir das tendas de campanha em que vivem provisoriamente.

    O devastador terremoto de 12 de maio é o pior na China em três décadas. O número de mortos no terremoto registrado na segunda-feira passada na China já supera os 39. 577 na província de Sichuan, epicentro do tremor, segundo dados do Governo provincial divulgados nesta terça-feira pela agência oficial "Xinhua".

    A mesma reação de pânico diante do anúncio da réplica foi registrada no restante da província de Sichuan, onde aconteceu o epicentro do terremoto, e em Guizhou e Chongqing.

    "Tivemos de responder a centenas de chamadas a partir das 22h da noite (de ontem), quando foi anunciada a possibilidade de uma forte réplica", assinalou Chen Benjin, responsável pelo birô sismológico de Guizhou.

  • Clique na imagem e veja o infográfico sobre o terremoto na China

    Veja também:

  • Na China, 63 sobreviventes são resgatados cinco dias após terremoto
  • Começa batalha contra epidemias após terremoto na China

  • Leia mais sobre: terremoto  - China

    • Leia tudo sobre: chinaterremoto

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG