O secretário americano de Energia, Steven Chu, anunciou nesta segunda-feira, na conferência mundial sobre o clima, um plano quinquenal de 350 milhões de dólares, financiado por países industrializados, para promover a adoção de energias limpas nos países em desenvolvimento.

Batizado "Climate REDI", esta iniciativa permitirá "acelerar o desenvolvimento de energias renováveis e das tecnologias que melhorem a eficácia energética" nestes países, informou em comunicado.

O plano aponta quatro grandes eixos: o desenvolvimento da energia solar doméstica para os lares que não têm acesso a redes elétricas, a promoção de tecnologias que poupem energia, a criação de uma rede para compartilhar informação sobre energia limpa e a execução de um programa de assistência para a promoção destas tecnologias nos países em desenvolvimento.

Os recursos serão entregues pelo Fórum das grandes Economias sobre a Energia e o Clima (MEF), que reúne 17 potências econômicas. Os Estados Unidos se comprometeram a transferir para essa conta 85 milhões de dólares.

sab/gde/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.