Antraz usado em ataque de 2001 nos EUA era idêntico ao manipulado por biólogo

Washington, 6 ago (EFE) - Bruce Ivins, o cientista do Exército dos Estados Unidos que se suicidou na semana passada, tinha acesso a esporos de antraz muito purificados com mutações genéticas idênticas às usadas nos ataques de 2001, segundo documentos divulgados hoje.

EFE |

Além disso, Ivins, que trabalhava no laboratório de biodefesa do Exército em Fort Detrick (Maryland), não conseguiu oferecer uma "explicação adequada" sobre as horas extras que passou no laboratório quando ocorreram os ataques, segundo os documentos.

O Departamento de Justiça americano disse hoje ter chegado à conclusão de que Ivins foi "a única pessoa responsável" dos fatos de sete anos atrás nos quais morreram cinco pessoas e 17 ficaram feridas.

Ivins morreu na semana passada por overdose de medicamentos após ter recebido a notícia de que o Governo empreenderia um julgamento contra si.

"Sentimos não ter a oportunidade de apresentar as provas perante o júri", disse hoje em entrevista coletiva Jeffrey Taylor, procurador federal do Distrito de Columbia (DC).

"Estamos convencidos de que Ivins foi o único responsável dos ataques", assegurou Taylor.

As vítimas do antraz, uma bactéria causadora da doença de mesmo nome, também chamada carbúnculo, receberam correspondência contaminada.

As cartas eram enviadas de Nova Jersey à imprensa de Nova York e Flórida e a legisladores democratas no Congresso.

O antraz pode entrar nos humanos por três vias: cutânea, gastrointestinal e pulmonar.

Os ataques foram registrados pouco depois dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001 contra Washington e Nova York, o que agravou o estado de psicose que já existia no país.

Além disso, implicaram investimentos multimilionários para implementar mudanças no serviço postal americano.

Ivins, um reputado cientista, trabalhou durante 18 anos no desenvolvimento de vacinas contra o antraz. EFE tb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG