Antigo senhor da guerra libanês pede perdão por erros cometidos

Beirute, 21 set (EFE) - O líder cristão e antigo senhor da guerra Samir Geagea pediu hoje desculpas públicas pelos erros cometidos durante uma década e meia de conflito civil (1975-1990) e pediu a união de todos para salvar o Líbano. Desculpo-me pelos erros cometidos, por cada ferida, ataque ou dano injustificado, afirmou Geagea, que passou quase 11 anos preso pelos crimes cometidos durante os confrontos na milícia que coordenava - Forças Libanesas (FL), que se transformou em grupo político. O líder cristão fez as declarações em cerimônia realizada diante de milhares de seguidores em uma região cerca de 20 quilômetros ao norte de Beirute para lembrar os mártires do grupo mortos durante a guerra civil. Também estavam presentes ao evento representantes das Forças do 14 de Março, à qual o líder cristão pertence. Durante seu discurso, Geagea pediu a seus rivais que não julguem tais erros. Todos cometemos (os erros) e só Deus pode julgar, lembrou o dirigente cristão, que justificou sua atuação durante a disputa como forma de defender a soberania, a liberdade e a segurança do Líbano, pois não havia ninguém para fazer isso. Além disso, pediu às unidades cristãs e a seus rivais que pensem no interesse do Líbano, em vez de nos próprios. Diante de seus seguidores, muitos dos quais chegaram em ônibus lotados, vestidos com camisas pretas e agitando bandeiras libanesas, também acusou o grupo xiita Hisbolá, líder da oposição, de enfraquecer o E...

EFE |

As palavras de Geagea coincidem com o recente reatamento do diálogo nacional libanês, que reúne os principais líderes do país com o objetivo de encontrar um consenso político que tire a nação da crise política e econômica na qual está imersa desde 2005. EFE ks/fh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG