Anticorpo contra artrite melhora qualidade do trabalho, diz pesquisa

Roma, 17 out (EFE).- Cientistas italianos demonstraram que o adalimumab, um anticorpo humano que se injeta para combater os efeitos da artrite reumatóide, também produz efeitos beneficentes na atividade laboral dos pacientes desta doença.

EFE |

Os efeitos curativos deste anticorpo foram comprovados por um estudo realizado por 23 centros médicos italianos e apresentado hoje em Veneza, durante um simpósio da Sociedade Italiana de Reumatologia.

O relatório mostra que 23% dos 340 pacientes que receberam o anticorpo experimentaram um retrocesso clínico da doença após um ano e, em alguns casos, viram o desaparecimento substancial de seus sintomas.

Os cientistas observaram que a qualidade de vida tinha melhorado em 29% dos pacientes, o que relacionam ao fato de boa parte deles terem conseguido trabalhar melhor.

"A melhora da produtividade no trabalho gera um efeito virtuoso em todo o sistema econômico e produtivo", aponta Gianfranco Ferraccioli, professor da Universidade Católica de Roma.

Três meses antes do início do tratamento para o estudo, 29% de pacientes haviam perdido dias de trabalho por causa da doença. Um ano depois, este número caiu para 9%. EFE mcs/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG