Antichavistas anunciam nova instância opositora permanente

Caracas, 8 jun (EFE).- Os partidos venezuelanos opositores ao presidente Hugo Chávez anunciaram hoje o nascimento da Mesa de Unidade Democrática (MUD), como uma instância permanente, e convidaram outras forças, incluindo as partidárias do Governo, a se juntar.

EFE |

Ignacio Planas, presidente do partido democrata-cristão Copei, ao lado de vários dirigentes de outras legendas, anunciou que a MUD nasce "após fazer um esforço muito grande de consenso, de diálogo e discussão" para ser organizada e construída "uma instância permanente" que faça frente à gestão de Chávez.

"Ainda é preciso que muitos venezuelanos abram os olhos e um dos desafios que temos hoje, como a MUD, é abrir os olhos dos venezuelanos que seguem enganados com um projeto político que é um convite ao passado", ressaltou.

Após reforçar que "nos próximos dias" serão anunciadas "as primeiras iniciativas concretas" da nova instância, Planas não excluiu que algumas delas sejam de rua, para desenvolver um "protesto cívico e valente, pacífico e enérgico" contra o Governo.

"A história demonstrou que quem promove a violência no país não somos nós", afirmou, ao aludir às acusações contra instâncias criadas pela oposição durante os dez anos de gestão de Chávez.

Entre elas está a Coordenadoria Democrática (CD), que estimulou o golpe de Estado que derrubou o governante durante dois dias em abril de 2002 e convocou uma greve posterior nacional que se estendeu por 63 dias, até fevereiro de 2003.

"Faz parte do imaginário nacional a vinculação dessa instância (CD) com interrupções, com golpes e com assassinos soltos nas ruas", disse com sarcasmo após defender que os associados agora na MUD estão "comprometidos com a defesa da Constituição".

A nova instância opositora prevê a criação de "mesas de trabalho" em todo o país, segundo Planas.

O nascimento da nova aliança opositora é anunciado um dia depois de Chávez destacar que "quase a metade" dos eleitores do país faz parte do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), que ele lidera. EFE ar/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG