Antes de deixar Cuba, Cristina se reúne com Fidel Castro

BUENOS AIRES - A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, reuniu-se nesta quarta-feira com o ex-presidente cubano Fidel Castro para conversar sobre a atual conjuntura internacional. Falamos sobre todos os assuntos. Eu o vi muito bem, e nós conversamos a respeito da situação internacional, disse ela à agência estatal argentina Telam.

Agência Ansa |

Segundo Cristina, durante o diálogo Fidel chegou a elogiar o novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, dizendo que ele parece ser uma pessoa "sincera e com boas ideias".

O atual presidente de Cuba e irmão mais novo de Fidel, Raúl Castro, confirmou o encontro e revelou ainda que o líder da Revolução Cubana voltará em breve a publicar suas "reflexões".

Desde que deixou o poder devido a problemas de saúde, em julho de 2006, Fidel passou a publicar na imprensa oficial do país artigos em que comenta temas internos e mundiais. Os textos ganharam o nome de "reflexões".

Porém, como o último foi veiculado há mais de um mês, no dia 15 de dezembro, cresceram no país os rumores de que a saúde de Fidel poderia ter ficado ainda mais debilitada.

Contribuiu para isso também sua ausência nas comemorações do 50º aniversário da Revolução Cubana e o fato de, no início do mês, ele não ter recebido o presidente do Equador, Rafael Correa, que esteve no país.

Cristina Kirchner, que chegou a Cuba no domingo, partiu nesta quarta-feira rumo à Venezuela, onde se encontrará com o presidente Hugo Chávez.

Sua visita à ilha, a primeira feita por um presidente argentino nos últimos 23 anos e durante a qual foram assinados 11 acordos de cooperação, foi classificada como "histórica" em um texto veiculado pelo jornal oficial Granma.

    Leia tudo sobre: cuba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG