ANP tentará fazer Israel ser julgado por crimes de guerra

Gaza, 28 jan (EFE).- A Autoridade Nacional Palestina (ANP) tentará fazer com que Israel seja julgado em tribunais internacionais por crimes de guerra cometidos durante a recente ofensiva militar na Faixa de Gaza.

EFE |

A agência oficial de notícias palestina "Wafa",informa hoje que o presidente da ANP, Mahmoud Abbas, pedirá uma investigação internacional das ações de Israel.

"Apelamos aos tribunais internacionais sobre crimes de guerra para que abram uma investigação. Nós faremos o possível para demonstrar que Israel cometeu horrendos crimes", afirmou Abbas em um encontro ontem à noite com intelectuais e políticos palestinos.

As estatísticas do Hamas, que controla Gaza desde 2007, falam que mais da metade dos mortos no conflito eram civis e que entre eles havia ao menos 300 menores de idade.

O Exército israelense alega, frente às acusações, que sua ofensiva foi feita segundo o direito internacional de guerra, e o Ministério de Assuntos Exteriores assegura que "vai encarar cada uma das acusações de forma muito séria, sempre e quando provenham de uma fonte crível". EFE Sa'ar/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG