ANP revela plano do Hamas para atacar dirigentes na Cisjordânia

Jerusalém, 3 jul (EFE).- O Movimento de Resistência Islâmica Hamas planejava perpetrar ataques contra importantes dirigentes da Autoridade Nacional Palestina (ANP) na Cisjordânia, revela hoje a imprensa local.

EFE |

O secretário-geral da Presidência Palestina, Tayyip Abdel Rahman, revelou nesta semana em Ramala que a ANP tomou conhecimento destes planos depois de interrogar vários detidos pertencentes ao braço armado do Hamas, segundo a agência Palestina Independente "Ma'an".

O diário israelense "Ha'aretz" vai além e assinala que o presidente da ANP, Mahmoud Abbas, era um dos alvos do ataque que era planejado pelo Hamas.

"As intenções do Hamas eram atrapalhar as conversas de reconciliação (entre o grupo islamita e o Fatah, liderado por Abbas) no Cairo e criar o caos na Cisjordânia", declarou o porta-voz do segundo movimento, Fahmi Zaarir.

Abdel Rahman disse que o Hamas pretendiam que o ataque acontecesse antes de 7 de julho, data limite fixada pelo Egito - principal mediador entre as facções palestinas - para que os grupos rivais chegassem a um acordo.

O Hamas ainda não comentou publicamente estas acusações, mas o "Ha'aretz" afirma que um porta-voz de seu braço armado as rejeitou.

EFE db/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG