ANP mobiliza 500 efetivos de segurança na cidade cisjordaniana de Jenin

Jenin, 3 mai (EFE).- Cerca de 500 novos efetivos de segurança da Autoridade Nacional Palestina (ANP) chegaram hoje à cidade cisjordaniana de Jenin, onde foram recebidos por altos comandantes e líderes políticos, com o objetivo de restabelecer a ordem na área.

EFE |

A mobilização dos novos efetivos de segurança faz parte de um plano do Governo da ANP, liderado pelo primeiro-ministro Salam Fayyad, em uma das cidades mais conflituosas da Cisjordânia.

O presidente da ANP, Mahmoud Abbas, tenta restabelecer o império da lei e da ordem na Cisjordânia de forma gradual. No começo do ano, centenas de forças leais à ANP mobilizadas na cidade de Nablus.

O comandante da nova força, Suleiman Amran, disse que, dos 500 efetivos destacados em Jenin, 300 fazem parte da segurança de Abbas, 100 são membros de uma unidade especial da Polícia e os 100 restantes da segurança nacional da ANP.

Amran disse que o posicionamento das novas forças impedirá que "pessoas problemáticas e criminosos voltem a Jenin".

Os 500 agentes foram selecionados de um total de 11.000 candidatos, que treinaram durante meses na vizinha Jordânia.

A missão destas novas forças se concentrará na cidade de Jenin, que tem cerca de 50.000 habitantes, assim como no campo de refugiados homônimo e em Kabatiye, constante foco de conflitos entre clãs familiares e onde milícias como o braço armado da Jihad Islâmica são influentes. EFE fn/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG