ANP liberta presos do Hamas em gesto de boa vontade

Jerusalém, 20 junho (EFE).- A Autoridade Nacional Palestina (ANP) libertou 20 ativistas do movimento islamita Hamas, em um gesto de boa vontade às vésperas das negociações entre as duas facções palestinas.

EFE |

A libertação dos presos islamitas aconteceu no fim da noite desta sexta-feira, informa a agência palestina independente "Ma'an", que cita um funcionário do movimento Fatah, presidido por Mahmoud Abbas, também líder da ANP.

Segundo o funcionário, Abu An-Naja, o gesto está ligado às negociações que Fatah e Hamas realizarão no Cairo a partir de 7 de julho para tentar resolver suas diferenças e criar um Governo de união nacional.

A ANP ficou dividida em junho de 2007, depois de o Hamas se revoltar contra a autoridade de Abbas e expulsar suas forças da Faixa de Gaza.

Desde então, o Fatah governa na Cisjordânia e Hamas em Gaza, e as detenções políticas são comuns dos dois lados, uma crise que tentam resolver em conversas com mediação do Governo egípcio.

"O Fatah acredita que a união nacional é um objetivo estratégico e sempre se opôs às detenções políticas", disse Abu An-Naja. EFE elb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG