ANP diz que resultados de eleições em Israel não favorecem paz

Ramala, 10 fev (EFE).- A Autoridade Nacional Palestina (ANP) acredita que o resultado das eleições de hoje em Israel, nas quais, segundo as pesquisas de boca-de-urna, o centrista Kadima teria vencido, não oferecem garantias para que prossiga o processo de paz no Oriente Médio.

EFE |

"Os resultados das eleições israelenses não têm elementos suficientes para possibilitar a paz", afirmou em comunicado Saeb Erekat, chefe negociador palestino.

A reação da ANP, que governa na Cisjordânia, ocorreu depois que o movimento islâmico Hamas, que controla Gaza, recebeu os resultados eleitorais com ceticismo, afirmando que refletem que o próximo Governo israelense será mais "radical" e "terrorista".

Apesar da aparente vitória do Kadima -com o qual a ANP negociava no processo de paz de Annapolis desde finais de 2007-, as eleições não deixam claro se sua sucessora, Tzipi Livni, estará à frente do Executivo israelense.

Alguns analistas preveem que o direitista Likud, segundo nas pesquisas, poderia ter mais apoio para uma futura coalizão, caso fracasse a tentativa de Livni de formar Governo. EFE sar/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG