ANP denunciará Israel por crimes contra a humanidade

Jerusalém, 21 jan (EFE).- A Autoridade Nacional Palestina (ANP) constituiu um Comitê Presidencial para preparar denúncias contra Israel por supostos crimes contra a humanidade cometidos na Faixa de Gaza.

EFE |

O Comitê é presidido pelo ministro da Justiça palestino, Ali Hassan, e reúne informação sobre os ataques contra a população civil em Gaza durante a ofensiva israelense, disse à Agência Efe uma fonte da Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

Segundo a fonte, que pediu para não ser identificada, "o Comitê denunciará as violações da lei internacional não apenas diante de tribunais internacionais, mas também em tribunais nacionais competentes para julgar estes crimes".

Mais de 1.400 palestinos morreram, cerca de 5.500 ficaram feridos e milhares perderam suas casas na operação militar israelense.

Segundo Israel, a ofensiva tinha como objetivo minimizar a capacidade do Hamas e das milícias armadas palestinas de atacar com foguetes as povoações do sul de Israel.

"Caso tivessem desejo de ir contra Hamas e frear o contrabando de armas a partir do Egito poderiam ter bombardeado toda a fronteira e começar a buscar casa a casa Ismail Haniyeh (líder do Hamas em Gaza), e não bombardear a população civil", afirmou a fonte da OLP.

EFE aca/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG