Aniversário de 60 anos da China comunista aumenta censura na internet

PEQUIM - Milhares de sites foram bloqueados pelas autoridades chinesas com a aproximação do aniversário de 60 anos da China comunista, celebrado em 1º de outubro, afirmou nesta terça-feira a organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF).

AFP |

As autoridades chinesas se preocupam especialmente com as redes VPN (Virtual Private Network) e os outros meios usados pelos residentes na China, incluindo os jornalistas estrangeiros, para se esquivar da censura na internet, afirmou a ONG.

Segundo a RSF, "a paranoia" do governo antes das celebrações de quinta-feira se transforma em um "pesadelo para os usuários da internet e os jornalistas".

A RSF afirma que milhares de endereços na internet se tornaram inacessíveis nos últimos dias e que foi regorçado o bloqueio de redes sociais como o Facebook ou o Twitter, assim como de alguns blogs.

"A grande muralha eletrônica nunca esteve tão consolidada como agora, ao se aproximar o aniversário de 1º de outubro", enfatizou a organização em um comunicado publicado em Washington.

O exército chinês prevê uma demonstração de força na quinta-feira e um desfile de seus novos mísseis balísticos intercontinentais, apresentados pelo Partido Comunista como o símbolo do acesso do país à categoria das potências mundiais.

Leia mais sobre China

    Leia tudo sobre: censurachinainternet

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG