tortura por afogamento - Mundo - iG" /

Anistia lança vídeo contra tortura por afogamento

A organização Anistia Internacional lança nesta semana um vídeo sobre a prática do waterboarding, que consiste em uma espécie de afogamento simulado de prisioneiros. O anúncio, que será transmitido nos cinemas britânicos a partir de 9 de maio, foi produzido para chocar os espectadores.

BBC Brasil |

As imagens iniciais dão a impressão de que se trata de uma propaganda de água mineral.

No entanto, ao final do comercial, uma cena mostra que a água estaria sendo jogada em cima de um prisioneiro, a exemplo do que acontece com a prática do waterboarding, usada em interrogatórios.

Na polêmica técnica, o prisioneiro é deitado e recebe um pano em sua boca, ou um pedaço de plástico sobre o rosto. Os interrogadores jogam água sobre o rosto do prisioneiro.

Críticos e organizações de defesa dos direitos humanos, como a Anistia Internacional, afirmam que a simulação da sensação de afogamento é tortura.

Segundo a diretora da Anistia Internacional na Grã-Bretanha, Kate Allen, "o filme mostra o que a CIA (a central de inteligência americana) não quer que você veja - a realidade repugnante de quase afogar uma pessoa e chamar isso de 'interrogatório aprimorado'".

'Interrogatório aprimorado'
Em fevereiro, o diretor da CIA, Michael Hayden, admitiu que a agência de inteligência americana usou a técnica em três suspeitos da rede terrorista al-Qaeda em interrogatórios relacionados aos atentados de 11 de setembro.

Ele disse que a prática foi adotada há cinco anos e desde então não teria mais sido usada.

Em março, o presidente americano, George W. Bush, vetou uma lei que proibiria a prática do que ele chama de "práticas de interrogação aprimoradas" pela CIA.

O especialista em segurança americana Malcolm Nance disse que o filme da Anistia retrata com precisão como a prática é realizada.

"Treinei oficiais americanos sobre técnicas de resistência ao waterboarding, e posso afirmar que o filme mostra exatamente como a técnica é realizada", disse.

Intitulado Stuff of Life (Coisas da Vida, em tradução livre), o filme faz parte de uma campanha da Anistia Internacional para mobilização pelos direitos humanos na chamada "guerra contra o terrorismo".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG