Luanda, 30 Abr (EFE).- O presidente da Angola, José Eduardo dos Santos, criou hoje por decreto uma comissão interministerial encarregada de adotar medidas de segurança e vigilância epidemiológica para poder controlar um eventual foco de gripe suína no país.

Segundo um comunicado da Presidência angolana, as medidas de controle, estabelecidas de acordo com as normas sanitárias internacionais, serão adotadas em todos os postos fronteiriços terrestres, assim como em portos e aeroportos, a fim de detectar, isolar e evitar que pessoas suspeitas de ter a doença entrem no país.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou o nível de alerta pandêmico pela gripe suína ao nível cinco, de uma escala até seis, diante da expansão do vírus, que já afeta pelo menos a dez países.

De acordo com os mais recentes dados disponíveis, o número confirmado de pessoas infectadas com a gripe suína no México, país onde começou o foco, é de 99, das quais oito morreram. EFE ms/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.