Angelina Jolie preocupada com bombardeios a civis em Mogadíscio

Johanesburgo, 19 abr (EFE).- A atriz americana Angelina Jolie, Embaixadora da Boa Vontade do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), manifestou sua preocupação pelas vidas dos refugiados e pelo bombardeio em áreas povoadas por civis em Mogadíscio.

EFE |

Em comunicado publicado nesta segunda-feira no site da Acnur, Jolie assinala que está "profundamente preocupada com a absoluta falta de respeito pela vida das pessoas na Somália".

"Os violentos combates causam estragos nas ruas de Mogadíscio, provocando um tremendo sofrimento, deslocamentos maciços e perdas de vidas", assinala a atriz no comunicado.

Milhares de pessoas, diz a nota, fugiram de Mogadíscio, "mas muitas ficaram para trás, deslocadas e sem meios de sair da cidade", por isso que Jolie faz "um chamado para que os bombardeios não tenham como alvos os bairros nos vivem a população civil".

A nota detalha que "mais de 170 mil somalis foram obrigados a abandonar suas casas em todo o país desde o início do ano; milhares foram assassinados ou ficaram feridos nas últimas semanas durante os mais sangrentos combates registrados até o momento".

Recentemente, o Alto Comissariado para os Refugiados, António Guterres, chamou a atenção da comunidade internacional sobre a população mais vulnerável e necessitada da Somália, pois os contínuos combates e a insegurança tornam extremamente difícil para as agências humanitárias ajudar os refugiados.

A Somália passa por uma das piores crises humanitárias da atualidade, com metade de seus mais de 9 milhões de habitantes precisando de ajuda humanitária. EFE cho/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG