A Troca à mãe - Mundo - iG" /

Angelina Jolie dedica o filme A Troca à mãe

Londres, 17 nov (EFE) - A atriz americana Angelina Jolie disse hoje que seu último papel, no filme A Troca, era dedicado à sua mãe, que morreu de câncer no ano passado, uma mulher forte e elegante que sabia o que era certo. Em entrevista coletiva concedida em Londres para apresentar o filme, dirigido por Clint Eastwood, Angelina explicou que a mãe, Marcheline, era tão doce que era chamada de Marshmallow, mas também podia ser muito forte se precisasse proteger os filhos. Era muito doce e nunca se irritava, não levantava a voz por nada, mas, quando se tratava de seus filhos, era realmente feroz, portanto esta é verdadeiramente sua história, declarou a atriz. Em A Troca, Angelina interpreta uma mãe dos anos 1920 em Los Angeles (Estados Unidos) cujo filho é seqüestrado. Quando finalmente a criança é devolvida, ela percebe que o filho não é seu.

EFE |

A personagem, baseada em uma história real, enfrenta as autoridades corruptas para obter justiça.

Sobre Eastwood, a atriz destacou hoje que era "realmente um bom homem; um desses líderes muito fortes e justos".

Angelina, que na vida real é mãe de seis filhos -3 deles adotados - e vive com o ator Brad Pitt, reiterou que sua intenção é deixar o cinema pouco a pouco para se dedicar à família.

"Tenho uma grande família e muita responsabilidade em casa. E tenho a sorte de (por questão financeira) não ter de trabalhar todo o tempo".

"Sinto-me privilegiada de poder estar muito em casa. Talvez, no final, deixe (a atuação)", acrescentou.

Ao ser perguntada se sua família aumentaria, a atriz de 33 anos respondeu: "Com certeza". EFE jm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG