Anciãos somalis prometem libertar capitão americano de piratas

Nairóbi, 11 abr (EFE).- Um grupo de anciãos somalis prometeu conseguir a libertação do capitão americano Richard Phillips, sequestrado em um bote salva-vidas por quatro piratas, sem usar as armas e sem pagar resgate, informou hoje a ONG Ecoterra, com sede em Nairóbi.

EFE |

A Ecoterra, que acompanha a navegação, a pesca e a pirataria no leste da África, afirmou, em comunicado enviado à Agência Efe, que parentes dos quatro piratas somalis também foram ao litoral e estão dispostos a ir ao local para "resolver o problema pacificamente".

Os anciãos, liderados pelo dirigente local Abdi Ali Mohammed, pedem, para uma solução pacífica ao sequestro, "uma garantia escrita de que poderão retornar seguros e livres à Somália com os jovens piratas e devolvê-los a sua comunidade".

Os anciãos, acrescenta a ONG, pediram a garantia escrita por um comando da Marinha dos EUA, após se comunicar com os americanos e receber resposta no telefone celular de um tradutor, que, disseram, "fala muito mal um somali americanizado" e "não lhes parece de confiança".

Os anciãos estão à espera da garantia americana e, se a receberem, começarão os preparativos para libertar Phillips.

A Ecoterra também informa que fracassou uma primeira tentativa de negociar com os piratas por parte de uma equipe especializada do FBI, "presumivelmente com a ajuda desse tradutor".

Quatro piratas armados mantêm em um bote salva-vidas, a 250 milhas (450 quilômetros) da costa somali, o capitão Phillips, que conseguiram levar com eles quando os 21 tripulantes do cargueiro "Maersk Alabama" - de bandeira americana e propriedade dinamarquesa - afugentaram os atacantes, depois da abordagem na quarta-feira.

Um destróier americano, integrante da frota internacional que vigia a zona para tentar evitar ações de pirataria, com uma tripulação de 50 oficiais e 500 marinheiros, encontra-se nas imediações e vigia o bote salva-vidas onde estão os piratas e o refém. EFE pa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG