AN anuncia fusão com partido de Berlusconi

A Aliança Nacional (AN), partido da direita tradicional italiana, anunciou neste domingo sua dissolução para concretizar uma fusão na próxima semana com o Força Itália (FI), de Silvio Berlusconi, criando assim a nova formação Poblo da Liberdade (PdL).

AFP |

"Hoje a Aliança Nacional deixa de existir, nasce o Partido da Liberdade e nosso amor pelo povo italiano continua", declarou o líder da AN em seu último congresso, Gianfranco Fini, que é presidente da Câmara de Deputados.

Fini estava visivelmente emocionado ao fim do discurso improvisado de quase uma hora para anunciar o fim de um partido que ele mesmo criou em 1995, ao transformar o Movimento Social Italiano (MSI), herdeiro da tradição fascista, em um partido de direita tradicional.

No entanto, Fini, consciente do peso que Silvio Berlusconi, líder indiscutível da centro-direita na Itália, terá no futuro partido, tentou manifestar uma certa autonomia.

"O PdL tem um líder, que evidentemente é Berlusconi, mas até Berlusconi sabe que uma liderança forte e reconhecida de nenhum modo pode se torar um culto à personalidade", declarou, cinco dias antes do nascimento oficial do novo partido.

O congresso fundador do PdL acontecerá em Roma, de 27 a 29 de março.

Nos últimos anos, a AN obteve quase 12% dos votos nas eleições comicios (2001 e 2006). Nas legislativas de 2008, já associada à Força Itália dentro do PdL, os dois partidos receberam 38%. A meta declarada é obter mais de 40% dos votos dos italianos.

Segundo um acordo de princípio, a AN terá 30% dos postos de responsabilidade dentro do PdL e os demais serão atribuídos ao FI.

ljm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG