Amy Winehouse é detida por supostos crimes relacionados a drogas

Londres, 7 mai (EFE) - A cantora britânica Amy Winehouse foi detida hoje por supostos crimes relacionados a drogas, informou o porta-voz da artista. Amy, de 24 anos, está sendo interrogada em uma delegacia de Polícia do leste de Londres, acrescentou o porta-voz, citado pelo jornal britânico Daily Mirror. A Scotland Yard se limitou a dizer que uma mulher de 24 anos da área de Camden, bairro onde vive a cantora, se apresentou em uma delegacia de Polícia à qual tinha sido convocada e foi detida por suposta posse de drogas. A mulher permanece detida. Isto está relacionado com uma investigação ligada a uma gravação entregue à Polícia Metropolitana em 22 de janeiro, disse uma porta-voz da força policial.

EFE |

Nesse dia, o periódico sensacionalista britânico "The Sun" divulgou em seu site um vídeo no qual Amy aparecia em uma festa em sua casa supostamente fumando crack.

A cantora, que com cinco prêmios foi a grande vencedora da última edição do Grammy, dizia na gravação que tinha tomado "seis valiums", ecstasy e cocaína.

A detenção ocorreu depois que a cantora passou em abril uma noite na delegacia de Holborn, no centro da capital britânica, depois que se apresentou voluntariamente perante a Polícia para ser interrogada sobre um caso de agressão.

Amy Winehouse não é a única com problemas legais na família já que seu marido, Blake Fielder-Civil, de 25 anos, está em prisão preventiva acusado de agredir o dono de um "pub" e de tentar obstruir a ação da Justiça.

A cantora, com uma fortuna estimada em 10 milhões de libras (US$ 20 milhões) e de cujo segundo álbum, "Back to Black", foram vendidos quatro milhões de exemplares, foi incluída no 10º lugar da lista de jovens milionários da música. EFE ep/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG