Amy Winehouse deixa furiosa hospital em que se tratava de enfisema pulmonar

Londres, 1 jul (EFE).- A cantora britânica Amy Winehouse abandonou furiosa o hospital onde se tratava de um enfisema pulmonar, no Reino Unido, informa hoje o jornal The Sun.

EFE |

Winehouse sofreu um acesso de raiva passageiro horas após sua performance, no fim de semana passado, no festival de Glastonbury, na Inglaterra, onde teve que se defender com um soco de um fã que havia tentado agarrá-la pelo cabelo.

Os amigos da cantora temem que ela agora volte às drogas, segundo disseram ao periódico.

Winehouse, de 24 anos, foi internada há duas semanas em um hospital londrino, do qual saiu na sexta-feira para participar do concerto de homenagem aos 90 anos do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, e atuar um dia depois em Glastonbury.

Um amigo da cantora disse ao jornal que os médicos não haviam se oposto a que a cantora deixasse o hospital para essas duas performances, como era seu desejo.

No palco, Winehouse pareceu aproveitar enormemente, e apresentou aspecto e voz melhores do que em ocasiões anteriores, explicou o amigo.

No entanto, ao voltar ao hospital, no domingo, a cantora pareceu sofrer uma recaída, e disse a seu pai que precisava deixar o local imediatamente.

O pai compreendeu então que tinha que atender a seus desejos, pois de outro modo, perderia todo o controle sobre ela, explicou o amigo da cantora, segundo o qual ele tenta cuidar agora para que nada lhe aconteça. EFE jr/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG