Amorim se reunirá com autoridades de UE, Bélgica e Holanda

Brasília, 20 mar (EFE).- O ministro das Relações Exteriores Celso Amorim começará amanhã uma viagem que incluirá encontros com autoridades de União Europeia (UE), Bélgica e Holanda, além da reunião ministerial extraordinária da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), em Cabo Verde, informou hoje a Chancelaria brasileira.

EFE |

Amorim chegará amanhã a Bruxelas para conversar com o alto representante para Política Externa e de Segurança Comum, Javier Solana, com quem discutirá temas da agenda internacional.

Ainda no sábado, participará do "Brussels Forum 2009" sobre boas práticas de Governo econômico, que também será assistido pelo presidente do Banco Mundial (BM), Robert Zoellick.

Na segunda-feira, Amorim será recebido pelo presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e pela comissária para Relações Exteriores e Política Europeia de Vizinhança, Benita Ferrero-Waldner.

Com esta representante europeia, discutirá a relação entre o bloco comercial e o Brasil, e "enfatizando" a implementação do plano de ação relativo à associação estratégica com a UE, que foi adotado em dezembro do ano passado.

O Plano de Ação prevê encontros periódicos entre representantes brasileiros e do bloco comercial em várias áreas e a diferentes níveis, para poder transformar a aliança estratégica em acordos de cooperação econômica, política, social, ambiental, científica e tecnológica.

Nesse mesmo dia, Amorim se encontrará com seu colega belga, Karel De Gucht, para analisar temas de sua agenda bilateral.

Na terça-feira, realizará uma visita oficial à Holanda, onde se encontrará com o ministro de Exteriores, Maxime Verhagen.

Durante sua permanência em Haia, também se encontrará com representantes da Corte Internacional de Justiça e do Tribunal Penal Internacional.

Na quarta-feira, Amorim viajará para Cabo Verde, onde participará da reunião ministerial extraordinária da CPLP, sobre a situação na Guiné-Bissau depois do assassinato de seu presidente, João Bernardo Vieira, no início deste mês.

Essa reunião da CPLP tem como objetivo "apoiar de maneira concreta" a realização de eleições presidenciais, além de "oferecer suporte à manutenção da normalidade político-institucional" e do desenvolvimento desse país, segundo o comunicado da Chancelaria. EFE mp/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG