Amorim diz que pediu à representante americana ampliação de reunião do G20

San Salvador, 30 out (EFE) - O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, informou hoje que conversou com a representante de comércio dos Estados Unidos, Susan Schwab, para pedir que outros países em desenvolvimento, além dos que pertencem ao Grupo dos Vinte (G20), participem da cúpula que debaterá a crise financeira.

EFE |

"Falei pessoalmente com Susan Schwab para pedir a participação de outros países em desenvolvimento, para que haja equilíbrio", disse Amorim em San Salvador, onde ocorre a 18ª Cúpula Ibero-Americana.

O ministro afirmou que, na quarta-feira, em São Paulo, entrou em contato com Schwab, antes de ir para El Salvador, mas não esclareceu se o pedido foi aceito.

Amorim disse que seu pedido foi "por instruções do presidente" Luiz Inácio Lula da Silva, que hoje teve uma breve reunião com o presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero.

A cúpula do G20 ocorrerá no dia 15 de novembro em Washington e foi convocada para discutir a crise internacional e uma possível reforma do sistema financeiro global.

O G20, atualmente, é presidido pelo Brasil e formado também por Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Canadá, China, Coréia do Sul, Estados Unidos, França, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Reino Unido, Rússia, África do Sul e Turquia, assim como a União Européia (UE), como bloco. EFE ed/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG