Washington Post a Insulza é infundada - Mundo - iG" /

Amorim diz que crítica do Washington Post a Insulza é infundada

Santiago do Chile, 12 fev (EFE).- O ministro das Relações Exteriores Celso Amorim, em visita ao Chile, afirmou hoje que as críticas do diário The Washington Post ao secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, não têm fundamento.

EFE |

O Brasil foi o primeiro país a apoiar a reeleição de Insulza à frente OEA. A decisão sobre o novo líder da organização será no próximo dia 24 de março.

"As críticas são totalmente sem fundamento. Além disso, a posição de José Miguel Insulza em Honduras foi a mesma que a do Brasil e a da maioria dos países", disse Amorim em entrevista coletiva ao lado do chanceler chileno, Mariano Fernández.

O próprio chanceler chileno anunciou ontem que enviará uma carta ao jornal em resposta a um editorial no qual opina que os EUA devem se opor à reeleição de Insulza como secretário-geral da OEA.

O influente jornal criticou a "inação" de Insulza perante "líderes autoritários, como na Venezuela e na Nicarágua", e atuação da organização em Honduras, para ele "agressiva, mas trôpega" "Os que criticam são justamente os que tomaram posições distintas (em Honduras). Todos nós defendemos o Governo legítimo e queríamos a reinstalação do presidente (deposto, Manuel) Zelaya", ressaltou Amorim.

"Não foi possível. Muito bem. A história segue, será preciso trabalhar nisso, mas em todos os momentos em que tivemos que trabalhar juntos (...) tenho apenas palavras positivas sobre o trabalho de José Miguel Insulza", acrescentou.

Entre esse trabalho conjunto, Amorim citou também a derrogação da suspensão de Cuba do organismo.

"Acho que as críticas são de gente que tem uma visão muito estreita das coisas", ressaltou.

Amorim iniciou hoje a visita oficial a Santiago com uma reunião com o presidente eleito, Sebastián Piñera. Depois, encontrou o vice-presidente e ministro do Interior, Edmundo Pérez Yoma, e o chanceler chileno. EFE frf/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG