Amorim crê que Congresso aprovará Venezuela no Mercosul em Novembro

BUENOS AIRES - O chanceler Celso Amorim diz ser possível e desejável que o Congresso brasileiro aprove a entrada da Venezuela no Mercosul em novembro, após as eleições no Brasil.

EFE |

"Acho que agora, que estamos às vésperas de eleições em todo o país, é muito difícil", comentou em entrevista publicada hoje pelo jornal "Clarín", de Buenos Aires.

"Mas acho que em novembro, depois das eleições, é possível e desejável que o Congresso trabalhe nisso", acrescentou.

Amorim destacou ao "Clarín" que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva "se encontra com (o chefe de Estado da Venezuela Hugo) Chávez a cada três meses" e negou que haja altos e baixos nas relações entre ambos os países.

"Os temas são muito analisados e há uma cooperação muito intensa com a Venezuela na área de política industrial, de pesquisa agropecuária e estamos tratando, inclusive, de ajudá-lo em sistemas de distribuição de alimentos", ressaltou o ministro das Relações Exteriores.

Leia mais sobre a entrada da Venezuela no Mercosul

    Leia tudo sobre: mercosulvenezuela

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG