Amiga de Berlusconi compara premiê a Jesus

Roma, 20 ago (EFE).- O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, é como Jesus e diz deixai vir a mim as criancinhas, segundo Graziana Capone, que se autodenomina a favorita do chefe do Governo italiano.

EFE |

A jovem, de 24 anos, considerada a "Angelina Jolie de Bari", fez as declarações em entrevista à revista "Novella 2000".

O nome de Graziana Capone surgiu em julho durante a investigação de Gianpaolo Tarantini por seu papel como suposto aliciador de mulheres para as festas do primeiro-ministro em Villa Certosa, em Sardenha, e Palazzo Grazioli, em Roma.

Graziana afirma ser a favorita - mas não diz em que sentido- de "papi", como as meninas chamam Berlusconi. "Mas eu não chamo ele assim", critica.

A jovem ressaltou que Berlusconi a tem "no lugar mais próximo do coração" e acrescenta: "Em seus jantares, ele quer a mim".

Talvez "porque me pareça com Veronica Lario", considerou.

Lario é a segunda mulher de Berlusconi e, após 19 anos de casamento, entrou com um pedido de divórcio por causa dos escândalos com mulheres nos quais o premiê se viu envolvido.

O jornal "La Repubblica" indica que a jovem foi a protagonista de um fim de semana no centro Messegue de Todi, em Úmbria, que foi fechado aos frequentadores comuns para receber Berlusconi e duas meninas.

Graziana Capone disse que ela e Berlusconi são unidos por uma bonita e afetuosa amizade que continuará. "Tomara que seja a nova Veronica", disse, explicando que mantém com o primeiro-ministro "uma relação assídua" e que eles se falam "muito por telefone".

A jovem define Berlusconi como "um grande sedutor" e, perguntada sobre por que está sempre rodeado por um grupo de meninas, responde ao jornal: "O presidente (do Conselho de Ministros), como Jesus, dá aos jovens uma ideia do concreto, transmite energia".

E recita uma frase religiosa: "Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela".

Quanto à prostituta Patrizia D'Addario, que gravou as conversas com Berlusconi e passou uma noite no quarto do premiê, Graziana Capone é clara: "Um anjo caído ao inferno e eu sou Alice no país das maravilhas". EFE cps/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG