Americano vai a julgamento por ter sete filhos com meio-irmã

Um americano que teve sete filhos com a meio-irmã pode ser condenado a 70 anos de prisão, depois de ter sido denunciado por esta pelas violações a que submeteu a vítima desde criança.

AFP |

Donald Medsker, 46 anos, se declarou inocente das sete acusações de incesto em um tribunal de Indiana.

Ele terá que comparecer a uma nova audiência em 5 de março.

A polícia e o tribunal se recusaram a comentar o caso, mas os documentos judiciais citam uma vida de abusos. O calvário da vítima começou em 1982, quando tinha quatro anos.

Medsker a obrigou a abandonar a escola quando ficou grávida pela primeira vez, aos 14 anos, e colocou o bebê para adoção com duas semanas de vida.

Outro filho foi cedido para a adoção, mas as outras cinco crianças continuam morando com a mãs, que não foi identificada pelas autoridades. A menor tem um ano de idade.

str-mso/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG