Americano tenta entrar no Afeganistão para matar Bin Laden

Homem é preso por autoridades paquistanesas portando um punhal, um revólver e uma espada

EFE |

As autoridades paquistanesas prenderam nesta terça-feira, no norte do país, um cidadão americano quando ele tentava atravessar a fronteira rumo ao Afeganistão com a suposta missão de assassinar o líder da rede terrorista Al-Qaeda, Osama bin Laden.

O indivíduo, identificado como Gary Brooks Faulkner e detido no distrito de Chitral, estava armado com um punhal, uma pistola e uma espada, informou o jornal digital "Chitral news".

De acordo com o jornal, Faulkner, que tinha visitado o Paquistão anteriormente em sete ocasiões, se dispunha a atravessar a província fronteiriça afegã do Nuristão com a intenção de lutar contra a insurgência do Taleban e matar Bin Laden.

O porta-voz da Embaixada dos EUA em Islamabad, Rick Snelsire, confirmou a detenção de um cidadão americano, mas evitou dar detalhes. "Nesta manhã, nosso consulado em Peshawar (a principal cidade do noroeste paquistanês) foi informado da detenção de um cidadão americano. Estamos tentando conseguir acesso consular a ele", disse a fonte.

A polícia paquistanesa já prendue antes cidadãos americanos, embora normalmente sejam pessoas próximas a correntes islamitas que chegam ao país para se unirem ao Taleban ou a outros grupos jihadistas.

O paradeiro de Bin Laden é desconhecido há vários anos, embora fontes de inteligência ocidental e da própria CIA suspeitam que ele poderia estar em algum ponto próximo à fronteira entre Afeganistão e Paquistão.

    Leia tudo sobre: PaquistãoAfeganistãoEstados UnidosOsama bin Laden

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG