Viva Viagra - Mundo - iG" /

Americano é processado por transitar com balão que anunciava Viva Viagra

NOVA YORK - Um homem foi processado por infração de marca registrada após passar por Manhattan puxando um balão de mais de sete metros de comprimento no formato de um míssil no qual se lia as palavras Viva Viagra.

AP |

Acordo Ortográfico

Um advogado da companhia Pfizer, Paul Llewellyn, disse durante uma audiência na corte na terça-feira que o uso do logo da companhia poderia confundir os usuários a achar que o balão representava uma forma de propaganda do medicamento que trata a impotência masculina.

Mas Arye Sachs, 48, disse que ninguém deixaria de comprar as pílulas azuis por causa de seu balão. O homem disse saber disso por ser "usuário" do medicamento.

Sachs, colecionador de aeronaves e empresário de propagandas móveis, transitou por Manhattan com o balão preso a seu carro e depois estacionou diante da Trump Tower no dia 8 de setembro. Ele passou diante da sede da Pfizer.

Para explicar seus motivos, Sachs disse durante a audiência que: "De vez em quando é preciso se divertir e isso foi o que fiz".

O juiz federal William Pauley III expressou alarme ao saber que Sachs, que vive em Long Island, foi capaz de trazer o balão através dos túneis que levam à ilha.

Sachs disse que as autoridades simplesmente riam quando o viam passar.

Ele disse que já fez isso cinco vezes e foi parado apenas duas.

    Leia tudo sobre: nova yorkviagra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG