Americano detido desde novembro deixa Pyongyang

Jun Young-su deixou a capital do país junto com o enviado para assuntos humanitários dos Estados Unidos

EFE |

O cidadão americano detido desde novembro na Coreia do Norte deixou Pyongyang neste sábado com o enviado de Washington para assuntos humanitários com o país comunista, Robert King, informou a agência sul-coreana "Yonhap". O americano recém-libertado, Jun Young-su, cruzou a Coreia do Norte por razões não divulgadas e foi detido em novembro pelas autoridades norte-coreanas, que só informaram sobre o caso em abril.

Uma informação da agência norte-coreana "KCNA", citada pela "Yonhap", confirmou que Robert King deixou a Coreia do Norte via aérea após visitar o país "para consultas sobre temas humanitários entre a República Popular da (Coreia do Norte) e os Estados Unidos". Segundo a "Yonhap", Jun, um missionário americano de origem coreana, voará aos Estados Unidos com o enviado americano via Pequim.

A Coreia do Norte disse nesta sexta-feira que libertaria Jun por "razões humanitárias", após acusá-lo anteriormente de crimes contra o país comunista. Durante sua visita de cinco dias à Coreia do Norte, King lamentou os atos cometidos por Jun e se comprometeu a prevenir que casos similares voltem a ocorrer. King visitava a Coreia do Norte para avaliar em nome de Washington as necessidades humanitárias do regime comunista, após obter garantias de que a equipe americana teria o "acesso apropriado", inclusive fora de Pyongyang.

A Coreia do Norte deteve vários americanos nos últimos anos. Em 2010, o ex-presidente dos EUA Jimmy Carter obteve a libertação de Aijalon Mahli Gomes, um americano que fora condenado a pagar uma multa de US$ 600 mil e a prestar oito anos de trabalhos forçados por entrar ilegalmente na Coreia do Norte. Em agosto de 2009, após uma gestão do ex-presidente Bill Clinton, Pyongyang libertou dois jornalistas americanos detidos também por entrada ilegal e condenados a 12 anos de trabalhos forçados.

    Leia tudo sobre: coreia do norteeuapyongyang

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG